Garimpeiros bloqueiam rodovia para impedir comboio do Exército e da Força Nacional no Pará. — Foto: Reprodução/Autor desconhecido

Garimpeiros tentaram impedir um comboio do Exército e da Força Nacional de apoiar operação da Polícia Federal, de combate a garimpos ilegais dentro da Terra Indígena Kayapó, no Pará. O grupo interditou a rodovia PA-287, entre as cidades de Cumaru do Norte e Redenção, no sul do estado.

Uma ponte foi queimada e uma retroescavadeira foi utilizada para abrir um buraco na estrada, de acordo com a Prefeitura de Cumaru do Norte. O prefeito da cidade, Nego (MDB), chegou a tentar mediar a eminência de conflito no local, ocorrida na segunda (23).

A operação da PF utiliza helicópteros para chegar às áreas exploradas ilegalmente. Na tarde de segunda (23), agentes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis queimaram maquinários no garimpo conhecido como Maria Bonita, que fica dentro de área indígena. Os garimpeiros ilegais fugiram antes da chegada da equipe.

No último sábado (21), as equipes apreenderam três caminhões, que levavam cerca de 59 mil litros de diesel, combustível que seria utilizado pelo garimpo ilegal na área indígena. É a segunda apreensão de carga ilegal feita na mesma região, apenas no início deste segundo semestre.

Segundo a PF, a ação partiu de uma denúncia anônima recebida pela Polícia Federal de Redenção, sudeste do Pará.

Na abordagem, foram identificados três caminhões, um com 45 mil litros, outro com 6 mil litros e o terceiro, com 8 mil litros de diesel. Também foram encontrados um motor, 50 munições ponto 40 e mantimentos, que seriam transportados para abastecimento das atividades do garimpo ilegal.

Na operação, três homens foram presos em flagrante e encaminhados ao presídio de Redenção, onde permanecem à disposição da Justiça Federal.

Com informações do G1/PA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *