Os trabalhadores da Celpa preveem demissões a partir do último 30 de janeiro.

Greve na Celpa começará neste sábado (Foto: Cezar Magalhães)
Greve na Celpa começará neste sábado (Foto: Cezar Magalhães)

Os trabalhadores das Centrais Elétricas do Pará (Celpa) decidiram entrar em greve a partir da zero hora deste sábado (1), após reunião realizada na última quinta-feira em assembleias espalhadas pelo estado. Em julho do ano passado, o Sindicato dos Urbanitários do Pará, Sindicato dos Engenheiros e Celpa fecharam um acordo de não demissão por seis meses e segundo o sindicato o tal acordo acabaria no dia 30 de janeiro.

Os sindicatos propuseram prorrogação do prazo por 30 dias para que pudessem negociar a renovação do acordo, possibilidade que consta no próprio acordo de não demissão. Segundo o Sindicato, a diretoria da Celpa/Equatorial não aceitou a dilatação do prazo.

Por isso, os trabalhadores deliberaram deflagrar a greve a partir deste sábado. As entidades sindicais estão tomando todas as providências legais para a realização da greve.

Já em resposta, a Celpa confirma a assinatura do acordo coletivo com vigência até março de 2014, para reestruturar o quadro de funcionários da Empresa.

Diz a concessionária que o acordo prevê a elevação da jornada de trabalho da empresa, a manutenção de um quadro mínimo de 1.822 trabalhadores e substituições de funcionários a partir do mês de fevereiro. “A Celpa tem cumprido o acordo em todos os seus termos. Mesmo assim, os Sindicatos estão pressionando a empresa a negociar um adiamento das substituições, sob o falso argumento de que o acordo não tem sido cumprido corretamente pela empresa”, diz a nota. Para a empresa, a greve é “ilegal, arbitrária e carece de justo motivo ou embasamento jurídico”.

[divide style=”2″]

Via, Diário do Pará

Para acompanhar mais notícias de Tailândia, Curta o Portal Tailândia no Facebook facebook.com/portaltailandia.com.br. Siga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.