O Instituto Médico Legal (IML) de Abaetetuba confirmou que o corpo encontrado, na noite deste sábado (26), no Ramal do Maranhão, em uma área de mata, dentro do município, no nordeste do estado, é mesmo do taxista Hugo Ribeiro Montano, de 66 anos, que estava desaparecido desde a última terça-feira (22), após aceitar uma corrida no município de Barcarena, também na região nordeste paraense.

Foto; Divulgação

O corpo do homem foi encontrado por volta das 20h. Policiais militares e um perito do Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves estiveram no local.

O corpo do idoso foi encontrado com os pés e mãos amarrados. As causas da morte ainda são desconhecidas.

Polícia Civil do Pará divulgou, neste sábado (26), as fotos dos três suspeitos identificados como responsáveis pelo desaparecimento do taxista e agora principais suspeitas da morte de Hugo Corrêa Montaño Junior, de 66 anos

As fotos são de Daniel Corrêa Junior, de apelido Juninho; Daniel Bruce Conceição, e um terceiro suspeito identificado apenas como “Eduardo”.

As investigações realizadas mostraram que os três suspeitos foram as últimas pessoas vistas com o taxista, antes do desaparecimento, no último dia 22, no distrito de Vila dos Cabanos, em Barcarena. Segundo relatos de testemunhas já ouvidas no inquérito policial, a vítima estava em um ponto de táxi, na Praça da Matriz de Vila dos Cabanos, quando três homens o procuraram no local e combinaram uma corrida.

O carro e o taxista, até o momento, não foram localizados. O suspeito Daniel Corrêa Junior responde processo pela autoria de um homicídio que teve como vítima um segurança de apelido “Porcão”, crime ocorrido em Igarapé-Miri, no mês de novembro de 2018. O suspeito identificado como Eduardo seria foragido do Sistema Penitenciário do Pará. “Os três suspeitos terão as prisões preventivas requeridas ao Poder Judiciário”, garante o delegado José Humberto.

Portal Tailândia com informações Roma News

Comentários
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.