Crédito: Divulgação/Pebinha de Açúcar

Um desentendimento na hora do pagamento de programa realizado entre a travesti de 26 anos, conhecida socialmente como “Juliana”, e o cliente Robério Ferreira Silva, 33 anos, terminou em lesão corporal e na ida de ambos para a UPA de Parauapebas. Após ambos serem atendidos na unidade de saúde local, eles foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil. O caso aconteceu nesta quarta-feira, 1º, na Rua N-13, QD 189, no Bairro Cidade Jardim.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada para atender à ocorrência e, quando a equipe chegou ao local, os policiais encontraram a travesti toda ensanguentada na calçada. Quando os policiais perguntaram sobre quem teria cometido as lesões, Juliana respondeu que havia sido contratada para realizar um programa, mas o cliente não pagou pelo serviço. Em razão disso, iniciou um conflito corporal.

Um pouco mais adiante, a guarnição encontrou Robério Ferreira Silva também ensanguentado, o qual disse que contratou a travesti para realizar um programa por R$ 100, mas a mesma, após os atos sexuais, teria cobrado R$ 500, o que resultou na briga entre eles.

Por: Pebinha de Açúcar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *