Foto: Arquivo Pessoal

Comparado com a largura de outros importantes rios do Brasil, em regiões como Nordeste, Sudeste e Sul do País, o Rio Tocantins tem dimensões muito maiores, quanto mais em momento do ano como este, na reta final de um inverno rigoroso. Isso não é novidade para os habitantes da nossa região, que convivem com essa beleza natural. Mas sempre há quem se assuste com a abundância de água nos nossos rios. É o que aconteceu no final de semana com a caminhoneira gaúcha Sheila Bellaver, em ‘susto’ que ela expos num vídeo muito simpático, que foi para as redes sociais e viralizou.

Sheila Bellaver, ou a Loira da Carreta Rosa, como é conhecida nas estradas do Brasil, é uma das poucas mulheres nessa profissão de motorista de veículos de grande porte. Também é muito conhecida pelas suas postagens no Youtube e no Instagram, nas quais registra suas andanças Brasil afora, transportando carga em um ambiente bruto, mas sem nunca abandonar suas características mais femininas.

Desde o último sábado, Sheila tem chamado a atenção dos marabaenses nas redes sociais por um vídeo feito da boleia do seu caminhão, registrando a passagem dela sobre a ponte rodoferroviária do Rio Tocantins, em Marabá. Com a câmera segurada por alguém que a acompanhava, a loira se mostra admirada com o volume de água nesse rio, e diz nunca ter visto tanta abundância.

“É muita água bicho. Pra tu ver, não é: tem alguns estados que sofrem com a seca. Nós lá no Rio Grande (do Sul), neste momento, estamos sofrendo com a seca, galera. A minha cidade, Lagoa Vermelha (RS), está com racionamento de água. Não pode lavar carro, não pode nada neste momento, por que não chove. O nosso reservatório de água lá está zero”, explica ela, contemplando o Tocantins.

Ela completa, mais uma vez demonstrando admiração: “Olha que coisa mais linda, de água, gente. Que coisa mais incrível e maravilhosa. Coisa de Deus mesmo. Que grande isso aqui, tem água por todos os lados”.

Mais à frente, ela também narra para a câmera achando interessante o retorno para saída da ponte, uma alça viária construída para não criar bloqueio à linha da ferrovia. Tal ocorrência é rara em pontes pelo Brasil, que em geral têm suas cabeceiras de acesso.

Postado nas redes, o vídeo de Sheila Bellaver agradou os internautas marabaenses, que se sentiram orgulhosos do grande cartão postar que é o Rio Tocantins, a partir do qual a cidade nasceu e se desenvolveu. As postagens e repostagens do vídeo ganharam muitos comentários e replicações.

A ponte rodoferroviária sobre o Rio Tocantins, em Marabá/ Foto: Magno Barros

SAIBA MAIS

O Rio Tocantins é um curso de água que nasce na serra Dourada, no estado de Goiás, passando logo após pelos estados de Goiás, Tocantins, Maranhão e Pará, até a sua foz no Golfão Marajoara, logo após o furo de Santa Maria, próximo a Belém. A sua bacia tem área de 803.250 km² e sua extensão é de 2.450 km. Passa em Marabá já unido ao Rio Araguaia, que nele desagua em São João do Araguaia.

LOIRA DA CARRETA

Sheila Bellaver está na estrada há quase duas décadas. Na internet ela tem mais de um milhão e seiscentos mil seguidores de seus vídeos no Youtube e um milhão de seguidores no Instagram. Ela, definitivamente, é uma sensação das redes sociais e isso tem muito a ver com o seu jeito simples e natural, sem filtros para falar o que pensa e narrar suas andanças. Ela roda de Norte a Sul do Brasil com seu carisma inigualável.

Nascida na Lagoa Vermelha, cidadezinha Gaúcha, Sheila Marchiori, seu nome de batismo, ajudou o pai na lavoura por muitos anos de sua vida. Na roça, ela acompanhava a passagem dos caminhões nas estradas. Esse foi o momento em que a própria Sheila diz ter se apaixonado pelo ramo de transportes. E para realizar o seu sonho de infância, ela enfrentou muitos percalços.

Para seguir o seu sonho de ser caminhoneira, a Loira da Carreta Rosa teve de vencer a falta de oportunidades e superar as portas fechadas. Além de conciliar a maternidade com a vida na estrada.

Apesar da correria que é a vida, ela é casada e tem três filhos.

Assista o vídeo:

Fonte: Correio de Carajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *