Mulher foi presa em flagrante (Redes sociais)

Na madrugada desta quinta-feira, 19, uma briga entre duas mulheres terminou com a morte de Edileuda Ferreira Couto, de 33 anos, em Jacareacanga, município do sudoeste paraense. A própria autora do crime, que matou a rival com uma única facada no coração, foi quem socorreu a vítima, mas acabou presa em flagrante no hospital.

Segundo informações do 72º Pelotão Destacado (PPD), vinculado ao 15º Batalhão de Polícia Militar (BPM) com sede em Itaituba, os policiais ficaram sabendo do crime por volta das 2h. A guarnição de plantão foi acionada por funcionários do Hospital Municipal de Jacareacanga, que informaram que na unidade, se encontrava uma mulher que havia sido esfaqueada. Mesmo socorrida, a mulher morreu pouco tempo depois de chegar ao hospital.

Os policiais ficaram sabendo ainda que quem feriu a vítima foi Edivana Kayz da Silva, de 28 anos. Foi ela mesma quem socorreu Edileuda, e ainda estava no hospital quando o óbito foi confirmado. Por conta disso, a mulher foi presa em flagrante. 

A ocorrência foi na Vila do Sitônio, localizada nas proximidades da Praça Central de Jacareacanga. Após deter a acusada, os policiais foram até a casa onde ocorreu o crime, e lá, encontram o objeto que causou o ferimento que matou Edileuda: uma faca de serra, do tipo que se usa para cortar pão, com o cabo quebrado.

Ainda segundo a PM, também foi constatado que ambas faziam uso de entorpecentes em um quarto da casa e, após uma discussão, a briga saiu de controle até ocorrer a agressão que terminou em homicídio. Edivana foi conduzida para delegacia de Polícia Civil de Jacareacanga para os procedimentos cabíveis. 

Por: O Liberal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.