Morreu nesta segunda-feira (18), o cabo Elder Vilhena, 37 anos, da Ronda Tático Metropolitana (ROTAM). O policial passou sete dias internado no Hospital Metropolitano por conta da agressão sofrida no último dia 11 de janeiro, no bairro do Tenoné, em Belém.

Ele foi agredido por um homem com transtornos mentais, que teve um surto e o atacou com uma barra de ferro.

O policial deu entrada no hospital com traumatismo craniano, após os vários golpes que sofreu na cabeça. O agressor morreu ainda no local do fato.

O PM Vilhena faleceu às 17h30 de ontem, após sofrer uma parada cardiorespiratória.

A Polícia Militar divulgou uma nota se solidarizando com a família do PM. Veja:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *