Reprodução

Equipes do 24º Batalhão da Polícia Militar (BPM) realizaram na noite desta segunda-feira (05) diligências para deter os suspeitos de participação de um homicídio ocorrido no último sábado (03), que vitimou uma mulher grávida, no bairro da Pratinha, distrito de Icoaraci, em Belém. Ana Gabrielly Silva de Almeida estava no nono mês da gestação e iria ser levada para a sala de parto na última segunda-feira (05), mas foi morta quando teve a casa invadida por homens armados, mascarados e vestidos como garis. 

Durante a operação montada  os agentes receberam a informação de que os suspeitos estariam escondidos em um lugar de difícil acesso no bairro da Pratinha. No local, os acusados tentaram fugir atirando contra as equipes, que reagiram e conseguiram prender um homem e apreender um adolescente de quinze anos. A dupla foi encaminhada para a Delegacia de Homicídios da Polícia Civil, responsável pela investigação do caso, mas não tiveram os nomes divulgados pela polícia. 

O caso

O 24º BPM foi a primeira força de segurança a chegar ao local, na casa de número 301 que fica na Rua Treze de Junho, paralela à Rodovia Arthur Bernardes, quase na esquina da Rua Imperador. Segundo as pessoas que conheciam a jovem, o parto de Ana Gabriele estava marcado para ser realizado nesta segunda-feira (05). Tanto ela quanto a criança que a jovem trazia no ventre – uma menina – morreram no local. A jovem relatou à família que já vinha sofrendo ameaças de morte. O crime chocou moradores do bairro e deixou pessoas revoltadas e entristecidas nas redes sociais, chamando o ato de covardia. As buscas por mais envolvidos no caso continuam. 

Por: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *