A equipe médica recomendou o acompanhamento com raio-x para verificar a situação, mas a mãe da criança conta que um dentista já avaliou a bebê e a tranquilizou (Reprodução / TikTok)

A chegada de um bebê é sempre muito aguardada por pais e familiares, mas a da menina Ariella também veio com grande surpresas. No último dia 8 de junho, no Hospital Anita Gerosa, em Belém, a criança nasceu com dois dentes e deixou todos surpresos.  “O médico falou: ‘Olha, ela nasceu com dois dentinhos!’ e ninguém acreditando. As enfermeiras a pegaram para limpar e viram que, realmente, ela tinha dois dentinhos na frente”, conta Ádria Paes, a mãe da criança, em entrevista à revista CRESCER.

Em um vídeo publicado na rede social TikTok, ela conta que Ariella nasceu de 37 semanas e precisou passar por uma cesária. Ádria explica que a pequena foi examinada rapidamente pela médica pediatra, que constatou a existência dos dentes. “Um dos dentes estava bem solto, bem molinho. Como ela poderia engolir, a médica tirou ali mesmo, enquanto faziam os primeiros cuidados. O outro ficou porque ainda estava bem seguro”, relata a mãe. Confira:

Já em casa, o segundo dente foi amolecendo aos poucos, conforme ela ia sendo amamentada. Com receio da menina engolir o dente, a extração foi realizada por um familiar.  “Conforme ela mamava, ia ficando mais mole, porque o dente ia e voltava com o movimento. Até que chegou um ponto em que começou a soltar”, lembra Ádria.

A equipe médica recomendou o acompanhamento com raio-x para verificar a situação, mas Ádria conta que um dentista já avaliou Ariella e a tranquilizou. “A dentista explicou que eram apenas dentinhos ‘de brinde’ e que os dentes de leite dela, de verdade, ainda vão nascer”, conta.

Por que alguns bebês nascem com dentes?

Apesar de raros, casos assim existem. Em entrevista para a revista CRESCER, o odontopediatra Marcelo Bönecker, professor da Universidade de São Paulo (USP), explica que esse fenômeno é chamado de dente natal.

“Não são casos comuns, são patologias menos frequentes e, até hoje, não existe uma explicação científica para isso. Suspeita-se de alguma alteração local ou talvez sistêmica, que faz com que esses dentes apareçam tão precocemente”, ressalta.

O especialista complementa afirmando que as coroas dos dentes de leite já estão praticamente prontas e formadas quando o bebê nasce. “Isso significa que a coroa desses dentes foi totalmente formada no período gestacional. No entanto, o problema é que a raiz não está pronta, formada ainda. Então, esse dente pode estar presente na boca, mas ele não tem fixação, isto é, tem mobilidade e isso pode ser perigoso para a criança. Isso porque o dente pode cair e, nesse caso, o maior perigo é de o bebê, durante a amamentação, engolir ou aspirar. Então, é muito importante que uma consulta seja feita com um odontopediatra para avaliar a possibilidade de removê-los para a segurança da criança”, completa.

Por: O Liberal

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *