Reprodução

Funcionárias do Hospital Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, filmaram o momento em que o anestesista Giovanni Quintella Bezerra, de 31 anos, estupra uma mulher que estava passando por um parto com uma cesariana.

Enfermeiras e técnicas de enfermagem da unidade pública de saúde teriam desconfiado do comportamento e da quantidade de sedativo que o médico deu para grávidas em duas outras cirurgias, realizadas no domingo, 10. Na terceira operação, ele foi flagrado.

Nas imagens, é possível observar que Giovanni está posicionado do outro lado de um pano, que cobre a vítima dos ombros para cima. O médico coloca o pênis na boca da vítima e comete o estupro.

A todo momento, o anestesista olha para os lados para ter a certeza de que ninguém que estava na sala o via praticar o crime. O ato dura cerca de 10 minutos. Ao final, Giovanni limpa o rosto da mulher para encobrir os rastros do estupro.

O anestesista foi preso em flagrante por estupro de vulnerável na madrugada desta segunda-feira, 11, pela Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti. No ato da prisão o homem demonstrou surpresa e permaneceu em silêncio. A pena para o crime é de 8 a 15 anos de prisão.

Vídeo:

Por: G1

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.