Crédito: Reprodução/Pleno News

As autoridades de Saúde dos Estados Unidos divulgaram que, 27 estados americanos estão sendo monitorados por possíveis casos de infecções raras de varíola dos macacos. O temor é que as pessoas possam ter tido contato com um homem do Texas, que levou a doença da Nigéria para os EUA, no início de julho.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) afirmam que estão preocupados com os passageiros que estavam a bordo de dois voos em que o homem infectado estava. O órgão ainda disse, que tanto os passageiros, quanto os tripulantes podem ter sido expostos à doença. O homem também voou de Lagos, na Nigéria, para Atlanta, nos EUA, em 9 de julho, antes de embarcar para Dallas, onde foi hospitalizado, segundo o CDC.

Um porta-voz do CDC disse que estava “trabalhando com departamentos de Saúde locais e estaduais para fazer o acompanhamento de indivíduos que podem ter sido expostos à varíola dos macacos”. Esta é uma doença viral rara da mesma família da varíola, mas é muito menos grave. Ela ocorre sobretudo em partes remotas de países da África.

Os sintomas desta doença incluem, inicialmente, febre, dores de cabeça, inchaços, dores nas costas, dor muscular e uma apatia geral. Assim que a febre cede, podem aparecer erupções na pele que, em geral, começam no rosto e espalham-se para outras partes do corpo mais comumente as palmas das mãos e as solas dos pés.

Por: Pleno News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *