Uma vacina chinesa para o novo coronavírus, pode estar disponível até o final deste ano, diz um relatório divulgado no dia 29 de maio na conta oficial da Comissão de Administração e Supervisão de Ativos da China, publicada na rede social do país WeChat.

O comunicado aponta que a linha de produção do fármaco terá capacidade de produzir entre 100 milhões e 120 milhões de doses anualmente. O presidente da China, Xi Jinping, prometeu compartilhar globalmente qualquer vacina promissora. No entanto, há um desafio às empresas desenvolvedoras no país: os testes da fase três precisam ser realizados em regiões onde o vírus se espalha de forma rápida e, na China, a pandemia já está controlada.

O antídoto foi desenvolvido pelo Instituto de Produtos Biológicos de Pequim e pela National Biotec Group, uma corporação estatal do ramo de vacinas. Atualmente, foi concluída a fase dois (de três) dos testes, e a união das duas empresas aponta que o antídoto pode estar pronto para distribuição no final de 2020 ou início de 2021.

Leia mais:
Coronavírus: primeira vacina testada em humanos apresenta resultados positivos
Vacina contra o Covid-19 pode estar disponível em setembro
Pesquisa aponta que 99% das pessoas que foram infectadas pelo coronavírus desenvolveram anticorpos

Há diversos outros desenvolvimentos de vacina promissores no mundo. Um estudo da Universidade de Nova York, em parceria com a farmacêutica Pfizer e o grupo de biotecnologia alemão BioNTech, por exemplo, promete o lançamento de um antídoto até setembro deste ano se tudo ocorrer como esperado.

Fonte: Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *