| Reprodução

Um pastor de 50 anos, que não teve o nome divulgado, é acusado de abusar sexualmente de crianças e adolescentes ao longo de 16 anos. As vítimas frequentavam o templo com suas famílias onde o religioso pregava. O homem teria abusado de pelo menos seis vítimas, com idades entre 10 e 17 anos à época dos crimes. O caso foi registrado no Distrito Federal. As informações são do Metrópoles.

As denúncias contra o religioso vieram à tona em 2019. De lá pra cá a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), da Polícia Civil do DF. Um mandado de prisão foi expedido pela Polícia Militar na última terça-feira (2). 

De acordo com as investigações, o criminoso sexual aproveita a influência religiosa para se aproximas das famílias e ganhar a confiança dos pais das vítimas. Ele frequentava a casa dos fiéis e aproveitava o momento certo para agir quando ficava sozinho com as crianças e os adolescentes.

Além do status religioso, o criminoso usava de sua condição financeira para se aproximar das famílias das vítimas. 

“Com o passar do tempo, o autor ganhava a confiança dos adolescentes e até mesmo de seus familiares. Ele ostentava perante terceiros a imagem de uma pessoa acima de qualquer suspeita”, aponta a investigação da DPCA.

O abusador responderá pelos crimes de estupro de vulnerável, violação sexual mediante fraude, assédio sexual e, também, por delito de atentado violento ao pudor por ato praticado antes da modificação realizada em 2009 no Código Penal.

Por: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *