Esta última oportunidade ocorre de maneira presencial e se destina às pessoas que não se pré-matricularam pela internet ou central de atendimento.

Nesta quarta-feira (3), termina o período de matrículas para novos alunos na rede estadual de ensino. Desde o dia 3 fevereiro, este processo está ocorrendo de maneira presencial e diretamente nas unidades escolares. No entanto, é importante frisar que esta última oportunidade se destina às pessoas que não se pré-matricularam pela internet ou central de atendimento.

Foram disponibilizadas 166 mil vagas para novos estudantes no ano letivo de 2021. Segundo a Coordenadoria de Matrícula Escolar, quase 54 mil pré-matrículas foram realizadas entre os dias 14 de dezembro de 2020 a 9 de janeiro de 2021, somente de maneira não presencial.

Até o momento, mais de 557 mil alunos já estão matriculados na rede estadual de ensino, para este atual período escolar. Desse total, mais de 120 mil são de novos estudantes inscritos e, cerca de 392 mil já faziam parte da rede e foram rematriculados para a série ou ano subsequentes.

A documentação necessária para a efetivação da matrícula é original e cópia da certidão de nascimento, da certidão de registro civil ou do RG, original e cópia do CPF e do comprovante de residência atual, duas fotos 3×4 recentes, carteira de vacinação (no caso de crianças); carteira de vacina (para os jovens) e cartão de vacina (no caso de adultos), Cadastro Único / CadÚnico – somente a cópia da folha da frente (folha resumo), além do original da ressalva ou do histórico escolar do aluno.

De acordo Regina Pantoja, Secretária adjunta de ensino, na região do Baixo Amazonas, o período de matrículas será prorrogado até o dia 15 de março, já que a região está em em lockdown, o que não permitiu o comparecimento para a confirmação das matrículas nas unidades escolares. Desta forma, a Seduc estenderá a confirmação de matrícula para os alunos que desejam estudar na rede estadual de ensino.

ANO LETIVO

O calendário letivo de 2021 teve início no dia 3 de fevereiro, com atividades não presenciais, em decorrência do atual cenário epidemiológico do Estado, que inviabiliza o retorno presencial em sala de aula. Neste sentido, a Seduc está dando continuidade ao movimento “Todos em Casa Pela Educação”, iniciativa que consiste em disponibilizar videoaulas pela TV Cultura do Pará, áudios educativos por meio do Seducast, conteúdos de aprendizagens pelo Para Casa, cadernos de atividades estruturantes e compêndios (impressos), além de materiais de estudos através da plataforma digital Enem Pará, desenvolvida em parceira com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet).

Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *