Arquivo Pessoal

Uma mulher de 37 anos disse que teve parte do nariz necrosado e ficou com sequelas após um procedimento estético para afinar o nariz com um dentista de Aparecida de Goiânia, em Goiás. Elielma Carvalho Braga precisou fazer mais de dez cirurgias e ficou com cicatrizes após perder parte do nariz.

“Eu tenho vergonha, porque a gente faz uma coisa para melhorar um pouco e a pessoa faz isso. Ele destruiu minha autoestima. Eu choro, não é fácil o que eu vivo hoje”, contou em entrevista para o G1 de Goiás.

Arquivo Pessoal

Elielma diz que fez todas as pesquisas sobre a alectomia, que é a redução das narinas, e viu que o dentista Igor Leonardo Soares Nascimento fazia vários procedimentos estéticos. Ela contratou um pacote para fazer algumas cirurgias estéticas com ele em junho de 2020.

Inicialmente, ela acreditou que o procedimento tinha dado certo. Porém, nos dias seguintes, começou a sentir fortes dores e alterações no rosto. Quando a situação ficou muito grave, foi até o consultório do dentista e os dois foram até uma unidade de saúde para que ela recebesse o atendimento necessário.

“Meu rosto começou a queimar. No outro dia ficou cheio de bolha, como se fosse queimadura”, disse Elielma.

Sem plano de saúde, ela precisou recorrer ao sistema público de saúde e achou um cirurgião plástico que conseguisse fazer o tratamento necessário e de maneira voluntária. Desde então, foram 14 cirurgias de reparação, incluindo enxerto de pele e gordura, além de reconstrução de uma das narinas. Atualmente, a mulher precisa usar um alargador nas narinas para conseguir respirar.

O dentista Igor Leonardo informou que o problema da paciente não foi decorrente da cirurgia, e sim uma síndrome desenvolvida após uso de medicamentos, o que causou a necrose. Ele explicou ainda que deu todo atendimento à paciente.

Por: G1

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.