Lula enfrenta acusações de ocultação de rendimentos e fraude. Reprodução: O Liberal

Apesar das últimas vitórias de Lula na Justiça, com arquivamentos e anulações (mas sem julgamento de mérito), para a Receita Federal, o ex-presidente é um sonegador de impostos que, segundo o órgão, em conluio com empreiteiros, tentou ocultar rendimentos milionários para fraudar o Fisco.

Corre um processo de execução fiscal na 2ª Vara da Justiça Federal, em São Bernardo do Campo (SP), que a revista Veja teve acesso. Neles, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional cobra de Lula uma dívida de 1,25 milhão de reais de impostos não recolhidos.

Segundo a Receita, o ex-presidente omitiu em suas declarações de renda recursos que teria recebido de duas empreiteiras para executar reformas do tríplex do Guarujá e do sítio de Atibaia, casos famosos envolvendo o petista.

A ação foi impetrada cinco dias depois da decisão do STF que anulou processos criminais de Lula, em junho passado. Segundo os auditores, ao contrário do que afirma Lula, o tríplex pertencia a ele, e a reforma fazia parte de propina em forma de vantagens financeiras que, ao não serem declaradas, considera-se que houve tributos não pagos.

Lula nega a propriedade do apartamento.

Por: Veja.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *