Érica torcia pelo Palmeira e Leonardo, pelo Corinthians (Reprodução / Facebook)

Uma discussão sobre futebol, após o título do Palmeiras nas Libertadores da América, acabou em tragédia, em São Domingos, na região Oeste de São Paulo, no domingo, dia 31 de janeiro.

Um homem de 34 anos foi preso após golpear com uma faca, seguidas vezes, a mulher, segundo a Polícia Civil.

Investigadores relatam que o suspeito contou que a briga ocorreu por causa de futebol. Segundo o marido, ele foi agredido pela vítima primeiro, com uma faca. Segundo o relato, ele conseguiu tomar a arma dela e a matou com diversos golpes. A versão está sendo investigada.

A vítima é Érica Fernandes Ceschini, que comemorou no sábado, 30, a vitória do Palmeiras, campeão da Libertadores, o que teria desagradado ao marido corintiano.

Amigos lamentaram morte de Erica (Reprodução)

Com lesões no abdômen, o autor, identificado como Leonardo Ceschini, foi levado ao Hospital do Mandaqui, onde permaneceu internado sob escolta policial, tendo sido autuado por homicídio qualificado.

O caso ocorreu na Rua Rubens de Souza Araújo, onde o casal vivia com os filhos gêmeos ainda pequenos.

Amigos da vítima ficaram inconformados nas redes sociais.

“Ainda estou atônita com sua partida tão precoce, tão cheia de vida e sonhos que foram interrompidos! Descanse em paz, amiga, vou sentir saudades pra sempre”, postou uma amiga nos Stories do Instagram.

“Vamos orar muito por você, Erica, para que você esteja na luz, no entendimento e na evolução, e para que seus filhos tenham uma vida abençoada, apesar de terem presenciado esse tragédia e terem perdido a mãe dessa forma horrorosa. Se todos orarem por você, com certeza haverá esperança de que essa fato trágico tenha suas consequências menos danosas”, escreveu outra amiga no Facebook.

Por: Extra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *