Um médico de Manaus, no Amazonas, foi filmado agredindo uma paciente durante o trabalho de parto no Instituto da Mulher e Maternidade Dona Lindu, localizado, zona Centro-Sul da capital.

A paciente chega a reclamar de cãibras, mas é ignorada pelo médico
Armando Andrade Araújo. Completamente nua e sem a bata específica para atendimento, ela reclama após o médico bater com a duas mãos na virilha dela.

Na sala, outra mulher, pede para que a moça seja retirada do local e que o parto seja cesariano. Ela ainda ameaça denunciar o médico para imprensa.

Médico já havia sido preso em 2015

De acordo com a denúncia, o médico que aparece nas imagens seria o obstetra Armando Andrade Araújo, 70, preso em 2015 na “Operação Jaleco” da Polícia Civil, ação que prendeu médicos suspeitos de participação em um esquema de cobrança ilegal de cirurgias em unidades de saúde da rede pública do Amazonas.

A época, os médicos cobravam entre R$ 1 mil e R$ 2,8 mil para fazerem cirurgias em hospitais públicos. Segundo a denúncia, ele pedia dos familiares quantias altas para fazer as cirurgias de cesariana, além de abusar sexualmente das pacientes, passando a mão nas suas partes
íntimas e com segundas intenções ao “examinar” as pacientes na sala de repouso.

Comentários
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *