Governo do Estado quer construir 36 novos abatedouros em diversas cidades, até o fim de 2014. O investimento é estimado em cerca de R$ 24 milhões.

novos-abatedouros-pa

A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) tem como prioridade acabar com o abate clandestino de carne no Pará, meta que deve ser alcançada com a decisão do governo estadual de construir 36 novos abatedouros em diversas cidades, até o fim de 2014. O investimento é estimado em cerca de R$ 24 milhões.

Para garantir a implantação desses matadouros de baixo custo para os municípios, com capacidade de abate de 20 a 50 cabeças diárias, Adepará está orientando as prefeituras a garantir a implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), que passa pela criação e aprovação da lei municipal de inspeção.

Cada obra tem uma duração que varia entre oito e dez meses, mas a escolha do local e o início das obras ainda dependem de uma estratégia governamental e da condição orçamentária do Estado. Segundo o diretor da Adepará, Mário Moreira, é preciso cumprir as regras e os critérios sanitários da legislação vigente. “Assim vamos garantir a qualidade sanitária do produto”, ressalta.

Até o fim de maio, o Pará estará com a certificação nacional de livre de febre aftosa, e até maio de 2014, a Adepará se empenhará para garantir a certificação internacional de livre de aftosa. Antes, porém, o Estado passará pelas auditorias internacionais. “Vamos ganhar mercado e ampliar as fronteiras. O produtor de Estado livre pode se credenciar para vender o animal em qualquer lugar do Brasil e do mundo. O abate clandestino continuará sendo combatido”, reforça Mário Moreira.

[divide style=”2″]

Para acompanhar mais notícias de Tailândia e Região, curta o Portal Tailândia no Facebook: facebook.com/portaltailandia.com.brSiga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *