O o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, expediu na noite de ontem (16) um mandado de prisão em flagrante por crime inafiançável, do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ).

A ordem foi proferida depois que o parlamentar divulgou um vídeo com discurso de ódio contra os integrantes do próprio STF e apura ameaças, ofensas e fake news disparadas contra a Corte e seus familiares.

Nas redes sociais, Silveira chegou a publicar que a Polícia Federal foi em sua residência para cumprir o mandato. “Polícia Federal na minha casa neste exato momento com ordem de prisão expedida pelo ministro Alexandre de Moraes”, escreveu o parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *