Reprodução

Um candidato a deputado federal no Mato Grosso do Sul foi esfaqueado com uma faca de serra pela ex-amante, em um apartamento de luxo na cidade de Campo Grande, após ser flagrado com outra mulher. O ataque, confirmado pela Polícia Civil, aconteceu nesta segunda-feira (26).

Saulo Batista, candidato pelo Republicanos, foi golpeado no pescoço e no peito por Daisa Garcia e chegou a ser levado para a Santa Casa. Conforme o boletim da ocorrência, ele saiu do hospital sem receber alta e foi prestar queixa na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da região central de Campo Grande. O caso foi registrado como lesão corporal (violência doméstica) e está sendo investigado. Daisa também foi à delegacia e confirmou a agressão. Ela não foi presa.

Segundo a polícia, o casal terminou a relação extraconjugal na manhã desta segunda. Saulo teria dito a Daisa que viajaria para uma agenda política. No entanto, horas depois, a ex-amante foi ao apartamento para buscar pertences e encontrou o candidato com uma outra mulher. Iniciou, então, uma briga entre os três.

Durante a discussão, Daisa pegou uma faca de serra que estava em cima de uma mesa e desferiu os golpes contra Saulo. Ela alegou, em depoimento, que foi enforcada e teve o cabelo puxado pelo candidato e pela mulher que estava no local. Segundo o Boletim de Ocorrência, Daisa mostrou hematomas no braço esquerdo.

Depois do crime, ela foi até a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) e encaminhada para a Depac, na companhia da advogada, para relatar o acontecido.

Por: G1 MS.

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *