Um cachorro foi encontrado com o corpo totalmente coberto de piche, substância usada como selante de asfalto, em Buenos Aires, Argentina. Ao perceber a situação, outros cães começaram a latir e algumas crianças que estavam nas redondezas perceberam a situação e informaram os bombeiros.

O cachorro Aloe, nome dado pelos socorristas foi resgatado pela ONG Proyecto 4 Patas, que levou cerca de 9 horas para tirar a substância do pelo de cão. O animal ficou completamente encharcado após ser retirado do poço. O cão estava exausto e com a saúde muito debilitada.

Foto: Reprodução/Facebook(Proyecto 4 Patas)

O animal recebeu os primeiros cuidados ainda no local. Ele foi levado de caminhonete até a central da ONG, onde passou por um processo de retirada da substância resinosa e pegajosa. 

“Aloe estava preso no chão e petrificado. Cem por cento do seu corpo estava endurecido. Boca, olhos, ouvidos, tudo, Ficamos chocados, nunca havíamos estado diante de um animal nessas condições”, disse a ONG no Facebook.

Foto: Reprodução/Facebook(Proyecto 4 Patas)

Agora, a polícia investiga se cão caiu no poço de piche ou se o mesmo foi vítima da crueldade de alguém.

Aloe será colocado para adoção.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que aconteceu hoje, direto no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.