Valor é de R$1 milhão a mais do que o pago aos clubes que participaram em 2012

paysandu_vandick-marin_portal-tailandia~1

Em reunião realizada nesta terça-feira (26), na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no Rio de Janeiro (RJ), com todos os representantes dos clubes da Série B do Campeonato Brasileiro, incluindo o presidente do Paysandu, Vandick Lima, foi confirmada a nova cota de participação das 20 equipes que disputarão a competição. Com exceção de Palmeiras-SP e Sport Recife-PE, que por serem membros do Clube dos 13 possuem um acordo separado, as demais equipes irão receber uma cota de oito parcelas de R$ 375 mil, R$ 3 milhões ao todo. No ano passado, o valor total foi de R$ 2 milhões.

De acordo com o presidente do Paysandu, a logística da competição nacional permanecerá a mesma, com a CBF custeando os valores de passagens e hospedagens para todos os integrantes da comissão técnica. Além disso, o repasse da cota de televisão aumentou em 50% em relação ao passado, bem como o número de bolas repassadas aos clubes. Também será de responsabilidade da entidade o custo dos exames antidoping, que antes eram pagos pelos clubes com a receita da comercialização de ingressos.

De volta à Segunda Divisão depois de sete anos, o Paysandu retorna à competição justamente quando acontece um aumento substancial. Para o dirigente bicolor, a notícia foi ao encontro das aspirações do clube. Vandick deixou claro, mesmo sem falar em nomes ou diretamente sobre contratações, que o aumento de verba será importante para a criação de um elenco forte para uma boa campanha. O presidente considerou a Segundona, guardada as devidas proporções, tão equilibrada e disputada quanto a Primeira.

‘A reunião foi muito proveitosa. Houve aumento de cota, até da quantidade de bolas que são dadas aos clubes. Foi uma reunião que deu mais tranquilidade para trabalhar para o segundo semestre. A Série B tem uma competitividade parecida com a da Série A e é preciso um time forte, competitivo para a disputa', disse. ‘Os clubes da Série B não terão nenhum tipo de despesa. Só Palmeiras e Sport, que são do Clube dos 13, ficaram de fora dessa partilha. Mas também terão todas as outras facilidades que os outros clubes terão', completou Vandick.

O presidente ainda comentou sobre uma premiação extra para os clubes que conseguiram acesso em 2012. Serão mais R$ 200 mil aos cofres bicolores. ‘Os quatro clubes que subiram terão premiação em dinheiro. O clube campeão vai levar R$ 400 mil e R$ 200 mil para os demais'.

Os clubes que estão nas quatro séries do Campeonato Brasileiro ainda devem ter outras boas notícias nos próximos meses.

Ainda sobre a reunião, Vandick contou que a CBF irá propor ao Congresso Nacional um Projeto de Lei (PL) sugerindo a extinção das dívidas de todos os clubes das Séries A, B, C e D com a União. Com isso, as agremiações se comprometeriam em pagar rigorosamente todos os seus tributos, dentro eles, INSS e FGTS, sob pena de perderem pontos nas competições em que estejam inseridas no cenário nacional. Outro pré-requisito é o estímulo aos esportes olímpicos, já que cada clube teria que ter pelo menos três modalidades em seu quadro esportivo.

‘O anteprojeto está pronto e será enviado ao Congresso Nacional e tem a concordância da Presidência da República. Seria o perdão de todos os clubes das quatro séries do campeonato Brasileiro das dívidas com a União, com a exigência de pagamento em dia daqui em diante. Quem não bancar em dia perderá pontos nas competições ou até ficar de fora. É importante porque ganharíamos um perdão de dívidas significativas e a obrigação de pagar a União em dia', explicou Vandick.

 

Portal Tailândia – o maior portal de notícias da região.

Fonte: Jornal Amazônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *