Paragominas e Remo decidiram a Taça Estado do Pará e o Paragominas  levou a melhor.

paragominas-vence-remp

O Paragominas “ignorou” a tradição e a vantagem de um gol do Remo na semifinal do Paraense e venceu, na Arena Verde, por 3 a 1. Os donos da casa abriram o placar com Weller e ampliou com Aleilson. O Remo ainda esteve perto da conquista do returno, com o gol de Branco, mas Aleilson marcou o segundo dele na partida e garantiu o título inédito na história do clube, que completou um ano de fundação em março.

O Paragominas vive um momento de êxtase no futebol paraense e em um ano de exsitência, já conquistou dois acessos e a Taça Estado do Pará.

Agora, a equipe tem um outro gigante paraense pela frente. Na decisão do título, os comandados de Charles Guerreiro enfrentarão o Paysandu, maior campeão paraense com 44 títulos estaduais.

O futebol do Remo no jogo deste domingo, refletiu a tensão vivida pela equipe durante essa semana. Em um dos treinos, o apoiador Thiago Galhardo e o zagueiro Gabriel trocaram agressões físicas.

O JOGO

1º tempo – Em uma etapa inicial truncada e com poucas oportunidades claras de gol, o time do Paragominas saiu para o intervalo com um sentimento de quase dever cumprido.

Precisando vencer a partida para ir à final do Parazão contra o Paysandu, o time do técnico Charles Guerreiro começou a partida pressionando, e com a primeira chance de gol aos 2 minutos. Após escanteio, o zagueiro Cristóvão subiu mais alto que a marcação e cabeceou a bola para fora.

Mas o susto inicial não fez com que o Jacaré se sobressaísse tecnicamente em relação ao adversário. Com o Remo escalado com seis jogadores no meio campo, o técnico azulino Flávio Araújo conseguiu travar qualquer criação do adversário no setor de meio campo, dificultando o trabalho dos meias Lourinho e Marquinhos do Paragominas.

Só que Charles Guerreiro incentivou seus comandados a explorar a velocidade dos jogadores Aleílson e Adriano Miranda e ir atrás do primeiro gol. A partir dai, os donos da casa começaram a deixar espaço para o setor de criação, facilitando o trabalho dos remistas.

E num lance trabalhado, aos 24, o meia Jhonnatan foi lançado, recebeu a bola dentro da área e com muita habilidade acertou um belo ‘sem pulo’ para colocar a bola no fundo da rede de Mike Douglas. Enquanto o jogador azulino comemorava, o árbitro Dewson Fernando de Freitas marcou toque de mão de Jhonnantan, invalidando o gol.

Após ‘suar frio’ devido ao gol sofrido e depois anulado, o Paragominas tentou dar a troco à altura. Aos 33, Paulo de Tárcio recebeu na esquerda, tabelou com Aleílson, que cruzou para a área. A bola desviou em Carlinhos e quando ia mansamente entrando, Fabiano segurou a bola. Quatro minutos depois, Aleílson ganhou em velocidade no lado esquerdo e cruzou. Adriano Miranda, perto da linha da pequena área, tentou acertar uma bicicleta, só que furou.

A última chance real de gol no primeiro tempo foi aos 40, quando Fabiano salvou o Leão mais uma vez. Magno cobrou a falta com capricho, o goleiro azulino se esticou ao máximo e espalmou a bola para linha de fundo.

2º tempo – Com apenas 45 minutos para tentar vencer o forte adversário e conquistar o inédito título de turno, o Paragominas iniciou a etapa complementar sufocando o Remo.

Logo aos 2, Fabiano mostrou o porque é o melhor goleiro do campeonato. Na ponta direita, Magno cruzou na área, Weller testou e Fabiano defendeu. No rebote, Aleílson completou, e ainda deitado Fabiano impediu o gol do adversário com os pés. Para aliviar a pressão, Dewson Fernando de Freitas havia apontado falta de Weller sobre o marcador azulino. Aos 11, o zagueiro Cristóvão conduziu a bola pela intermediária e tentou o arremate, Fabiano, bem posicionado, espalmou a bola para fora.

Sofrendo uma enorme pressão, e sem ver a cor da bola na parte inicial da etapa complementar, o Clube do Remo assistiu o Paragominas abrir o placar no minuto 21. Após cruzamento pela esquerda, o zagueiro azulino falhou na antecipação do cabeceio deixando Weller em condições para marcar o primeiro gol do Jacaré na partida.

Atordoado por estar atrás do placar, o Leão Azul partiu para cima dos donos da casa desorganizadamente. Mesmo assim, aos 27, conseguiu assustar com Galhardo, que em cobrança de falta quase acertou o ângulo do gol de Mike Douglas, mero espectador na partida, até então.

Só que no minuto seguinte ao ataque azulino, em um contra golpe veloz, o Paragominas mostrou quem realmente mande na Arena Verde. Beá dominou a bola pelo lado esquerdo e centrou para Aleílson, que livre apenas teve o trabalho de tocar para o fundo da rede de Fabiano e abrir 2 a 0, aos 28.

Desesperados, os comandados de Flávio Araújo partiram com tudo para o empate. No minuto 34, após escanteio, Jhonnatan ficou com a sobra, cruzou para a área e Tony desviou a bola que foi na trave. Onze minutos depois, Thiago Galhardo deu lindo passe para Branco, que apareceu na grande área, driblou o goleiro e marcou. Diminuindo a desvantagem e dando esperanças num possível empate nos acréscimo.

Porém, aos 47, tudo foi perdido. Com o goleiro Fabiano tentando cabecear o cruzamento de escanteio, a zaga do Jacaré cortou, sobrou para Aleílson, que ganhou na velocidade da defesa remista, olhou para o gol vazio e tocou para o fundo do barbante. Paragominas, campeão do 2º turno, 3, Remo 0.

Ficha Técnica

Paragominas 3×0 Remo

Paragominas: Mike Douglas; San, Cristóvão, Rubran e Magno; Ilaílson (Weller), Paulo de Tárcio, Marquinho e Lourinho (Beá); Adriano Miranda e Aleílson. Técnico Charles Guerreiro.

Remo: Fabiano; Carlinhos, Rech Mauro Pastor e Henrique, Endy (Biro); Tony, Jhonnatan, Diogo Capela (Branco), Ramón (Thiago Galhardo) e Alex Ruan; Val Barreto. Técnico Flávio Araújo.

Local: Arena Verde, em Paragominas
Horário: 17h

Gols: Weller (cabeça) 19′ e Aleílson 27′ e 47′ 2ºT (Paragominas); Branco 45′ 2ºT (Remo)

Cartões Amarelos: Cristóvão, Magno, Ilaílson e Marquinhos (Paragominas); Carlinhos Rech, Jhonnatan e Val Barreto (Remo).

Renda: R$ 181.720,00
Pagantes: 9.336
Não Pagantes: 500
Total de Público: 9.836

Arbitragem: Dewson Fernando de Freitas
Assitentes: Joé Ricardo Guimarês e Hélcio Araújo Neves

Arthur Sobral (Portal ORM)
Fotos: Tarso Sarraf (O Liberal) / Marcelo Seabra (O Liberal)

[divide style=”2″]

Para acompanhar mais notícias de Tailândia e Região, Curta o Portal Tailândia no Facebook: facebook.com/portaltailandia.com.brSiga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

yahoo | orm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *