Brasileirão 2012 – Série D | Portal Tailândia

 

O Clube do Remo sofreu uma sonora goleada em sua última partida no Campeonato Brasileiro da Série D. A derrota por 4 a 1 para o penúltimo colocado do grupo A1, o Penarol-AM, ligou o alerta vermelho no estádio Baenão e levou o DOL a analisar e comparar o nível do setor defensivo azulino com o das outras equipes da 4º Divisão.

Os remistas levaram 15 gols em sete jogos, uma média de 2, 14 tentos por partida. Esta marca coloca a defesa azulina em posições não muito agradáveis: entre os líderes da competição nacional, o Leão tem a defesa mais vazada. O clube menos vazado da Série D é o Sampaio Corrêa, que levou apenas dois gols. Entre os primeiros colocados: o CSA-AL  e o Cianorte-PR sofreram três gols, o Friburguense-RJ levou quatro, o Metropolitano-SC e o Baraúnas-RN sofreram sete e o Ceilândia levou 10.

Analisando de forma geral, o Remo tem o terceiro pior setor defensivo do campeonato, só ficando atrás do Náutico-RR, que sofreu 24 gols em oito partidas e do Petrolina-PE, que levou 16 tentos em sete jogos. As duas equipes são as últimas colocadas nos grupos A1 e A3, respectivamente. Empatados com o clube paraense na terceira colocação entre as defesas mais vazadas estão o Araguaina-TO e o Concórdia-SC, também com 15 gols sofridos.

Para a 4º Divisão, a diretoria remista contratou os zagueiros Ávalos, Petrony Santiago, e mais recentemente Marcelão e Rodrigão. Santiago foi demitido, e Ávalos e Marcelão não conseguiram agradar a torcida remista e a imprensa esportiva paraense. O técnico Edson Gaúcho ainda conta com Diego Barros – suspenso pelo terceiro cartão amarelo para a partida contra o Vilhena-RO – e Igor João. Edinho, que foi titular durante o Parazão 2012, está contundido. O treinador do Leão vai começar a definir a dupla de zagueiros para a última e decisiva partida da primeira fase da Série D no treinamento coletivo desta quarta-feira (22).

 

Felipe Melo/DOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.