A proposta da Canonical é criar um PC-phone com o  Ubuntu Edge. O projeto já bate recordes de arrecadação.

ubuntu-pc-fone-Ubuntu-Edge

(Foto: Canonical)

O Ubuntu Edge pode até não sair do papel, mas a Canonical descobriu que muita gente gostaria de ter um smartphone como aquele em mãos. Faltando seis dias para o fim do prazo do financiamento colaborativo, a empresa bateu recorde ao arrecadar US$ 10,3 milhões pelo site IndieGo.

Saiba mais

Ubuntu Edge: a revolução dos smartphones

É mais que os US$ 10,2 milhões arrecadados pelo desenvolvimento do relógio Peeble no começo do ano passado, mas a Canonical terá que devolver tudo, caso não chegue ao montante esperado.

O valor corresponde a 32.4% dos US$ 32 milhões que a Canonical pretendia levantar para o desenvolvimento do dispositivo, prometendo entregar 40 mil unidades a quem ajudasse – o que era importante, uma vez que o Ubuntu Edge não seria comercializado.

E por que o interesse? Porque o aparelho vinha sendo descrito como “PC-phone”, com configurações incríveis e a possibilidade de executar uma versão de desktop do sistema quando plugado a um monitor.

Seria equipado com processador de núcleos múltiplos que prometia ser o mais rápido possível, 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. A tela de 4,5 polegadas teria resolução HD e traria um display de safira, que garante boa resistência. A câmera traseira seria de 8 MP, enquanto a frontal teria 2 MP. Ele também faria um dual-boot com o Ubuntu Phone e Android, além de – como já citado – rodar o Ubuntu completo para desktop quando ligado a um monitor.

Há alguns dias a Canonical vem tentando acelerar o processo de arrecadação e chegou a reduzir o valor das cotas mais de uma vez, mas já havia pistas de que provavelmente o celular não despertaria tanto interesse quanto era esperado.

[divide style=”2″]

Para acompanhar mais notícias de Tailândia, Curta o Portal Tailândia no Facebook facebook.com/portaltailandia.com.br. Siga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

Via, olhar digital

COMPARTILHE NO FACEBOOK E TWITTER

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.