(Foto: Reprodução)

Até outubro a China deve ter um sistema operacional só seu, que ao menos no país concorrerá com o Windows da Microsoft e o Mac OS da Apple.

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Em entrevista repercutida pela agência de notícias estatal Xinhua, Ni Guanagnan, da Academia Chinesa de Engenharia, disse que o sistema será visto primeiro em desktops para depois chegar a smartphones e tablets.

Quando o Windows XP perdeu suporte, a China percebeu que era muito dependente do produto da Microsoft. Logo depois, o governo proibiu agentes oficiais de usar a versão mais nova do sistema, a 8, e surgiu a necessidade de se criar um só para o país.

Em março foi formada uma aliança para o desenvolvimento do SO, mas ainda há problemas como falta de fundos para as pesquisas e a quantidade exagerada de desenvolvedores envolvidos – cada um leva o projeto a uma direção diferente.

Segundo Guangnan, há muitos desenvolvedores especializados em sistemas móveis na China, mas nenhum detém propriedade intelectual sobre o que criou, porque tudo está baseado em Android. O governo tomará conta das próximas etapas, garantiu ele.

 

Olhar Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.