Foi preso na noite de quarta-feira (22) aqui em Tailândia, nordeste do Pará, Cristiano Barros de Sousa, conhecido como Kayo, suspeito de estuprar e matar a pauladas a jovem Dayane Olivera de Sousa Silva, de 19 anos. O corpo da vítima foi encontrado no dia 16 de junho deste ano, debaixo de uma ponte, na região sul de Palmas.

Após cometer o crime o acusado veio se esconder na casa de parentes em Tailândia. A Polícia Civil do Tocantins, através da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa – DHPP, iniciou uma investigação que durou cerca de dois meses até chegar no acusado.

Em depoimento aos policiais Cristiano alega ter matado a jovem, porque ela teria tirado fotografias deles dois para mandar a uma ex-dele. Mas para a polícia, o jovem que já tem histórico de estupro, cometeu um feminicídio, ao estuprar e matar a vítima.

O celular de Dayane foi encontrado pela polícia em Tailândia, em um terreno baldio, jogado pelo acusado para tentar se livrar das provas e não levantar suspeitas.

As investigações foram conduzidas pelo delegado Israel Andrade, da Delegacia de Homicídios de Palmas. Cristiano, vai ser levado para a Casa de Prisão Provisória em Palmas, onde ficará preso pelo crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *