Escola professor Gabriel Lage da Silva, em Tailândia, fechada por isolamento contra coronavírus (foto: Josenaldo Jr/Portal Tailândia)

Com a pandemia do novo coronavírus, as aulas presenciais ficaram impossibilitadas de acontecer, sendo suspensas em Tailândia no dia 18 de março.

Com essa lacuna na educação, a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), começou a debater alternativas para o processo de aprendizagem. Uma das alternativas que está sendo apresentada para alunos e professores, é a possibilidade de um ensino híbrido, uma mescla entre ensino presencial com as ferramentas digitais. É esse um dos objetivos da 1º Conferencia Virtual, promovido pela SEMED.

Ensino Híbrido

O ensino híbrido é uma forma de combinar diversas plataformas para o que o processo de ensino seja mais intenso.

A primeira sessão da 1º Conferencia Virtual aconteceu na última quarta-feira (15), com a Psicologa Especializada em Educação e Doutoranda em Ciência da Educação, Ana Claúdia Castro. Apresentando “Educação e Pandemia: Refazendo as emoções e reinventando a prática”

Na sexta-feira (17), a Mestre em Linguagem e Saberes da Amazônia, e Técnica na Semed, vai debater o “Ensino híbrido e as metodologias ativas na educação básica”, ás 09h no canal da SEMED, no Youtube.

Confira a programação da Conferência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *