Foto: Alison Lazaro / Portal Tailândia

Na tarde de ontem (25), o prefeito de Tailândia, Paulo Liberte Jasper – Macarrão – esteve com moradores que invadiram as obras do conjunto Daniel Berg, conjunto de casas populares. Na conversa com moradores, “Macarrão” enfatizou a importância de preservarem as casas, e pediu também a quem já tem residência ou condições financeiras não ocupar nenhum imóvel.

Acompanhado do presidente da Câmara Municipal, vereador Lauro Hoffmann, o gestor municipal relembrou diversas tentativas junto a Caixa Econômica Federal de concluir a obra, mas nenhuma delas foi aceita.

Outro ponto destacado pelo prefeito, já em entrevista a imprensa, é que a invasão reflete um problema social do Brasil, mas também gera outro ao município, deixado pela obra inacabada.

Sem asfalto, energia, água encanada e tratamento do escoto, a permanência das famílias nos imóveis acarretará demandas a serem enfrentadas pelo município. “Macarrão” pediu à quem ocupou as casas, para não depredar o imóvel.

A invasão

A invasão aconteceu na madrugada de domingo (24) por diversos moradores. Embora o local tenham vigilantes, o número de pessoas impediu qualquer ação de repressão dos vigias.

A Polícia Militar foi acionada, mas o conjunto já havia sido tomado pelos populares e para evitar conflito maior, os policiais apenas impediram que mais pessoas entrassem no local.

Com inchadas, rastelos e facões moradores chegava a todo momento no início da manhã de domingo na tentativa de ocupar uma das casas. Tomado pelo mato, a paisagem começou a mudar com os moradores limpando as frentes dos imóveis.

O conjunto Daniel Berg

O conjunto contem 1.029 casas populares, muitas ainda em fase de acabamento, outras tiveram parte da fiação elétrica, pias, janelas e tomadas furtadas por ladrões.

O conjunto foi orçado em 61 milhões de reais, dos quais 60 milhões já foram repassados. Em 2021 a obra irá completar 8 anos sem previsão por parte da Caixa ou da construtora responsável de término.

Diversas reuniões para garantir a moradia às famílias carentes do município ocorreram, mas nunca as casas foram concluídas.

Comentários
  1. É muita irregularidade dessas pessoas invasoras invadirem essas casas,já que elas estão fazendo parte de um programa federal.Essas casas devem ser entregues pelo governo federal à pessoas cadastradas no programa e que estão esperando a muito tempo a conclusão delas,sou cadastrado com minha esposa,moro de aluguel,tenho duas filhas e não acho nenhum pouco correto pessoas oportunistas e algumas com condições financeiras razoáveis estarem lá querendo tirar o direito de pessoas corretas que esperam a muito tempo a entrega dessas casas.Falta mais atuação da gestão e da polícia municipal nessa questão ou então Tailândia vai continuar sendo conhecida como terra sem lei e terra da desordem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *