Rodrigo Barçante foi preso pelos crimes de estelionato e associação criminosa (foto: PC Goiás)

A Polícia Civil do Estado de Goiás, em apoio à Diretoria de Polícia do interior do Estado do Pará, cumpriu na última quinta-feira (11), mandado de prisão preventiva em desfavor de Rodrigo Barçante, pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

Rodrigo, juntamente com sua companheira, utilizando-se de uma empresa de instalação de placas de energia solar, teria dado o golpe em uma grande quantidade de pessoas no estado do Pará, parte delas em Tailândia, onde realizou a venda de vários equipamentos, porém, nenhum deles foi instalado, gerando prejuízo a inúmeras vítimas.

O prejuízo em cada venda foi no valor de R$ 150 mil. O homem, preso em Goiânia, encontra-se agora à disposição do Poder Judiciário, para responder pelo crime cometido.

A companheira do acusado, Késia Barçante, que também é acusada de estelionato e associação criminosa, é considerada foragida.

Késia Barçante, companheira de Rodrigo é considerada foragida. (foto: divulgação Instagram)
Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.