Com as frequentes e fortes chuvas do período de inverno amazônico, as poucas ruas que possuem asfalto em Tailândia, nordeste do paraense, estão ficando bastante prejudicadas, principalmente em função da baixa qualidade do asfalto e a falta de saneamento básico que inclui a drenagem de águas da chuva.

A população tem sofrido para transitar nas vias e os prejuízos financeiros são inevitáveis, principalmente para os motoristas.

Na última quinta-feira (07), a prefeitura Municipal de Tailândia, começou a famosa “operação tapa buracos”, com o objetivo de fazer o reparo no asfalto das ruas prejudicadas. Acompanhe a matéria em vídeo:

Muita chuva até abril

De acordo com o site Letras Ambientais, as regiões Norte e Nordeste do Brasil, além da presença do El Niño, irão permanecer sob atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), com chuvas frequentes até, pelo menos, meados de abril.

Sistemas atmosféricos atuantes sobre essas regiões, como os Vórtices Ciclônicos de Alto Nível (VCAN's), ou massas de ar seco que provocam chuvas em suas bordas, associados à Alta da Bolívia e à ZCIT, têm induzido o aumento das chuvas nessas regiões.

Planejamento amplo

Desde muito tempo, Tailândia carece de um planejamento voltado para sua infraestruturação. Soluções paliativas e mal elaboradas tem distanciado cada vez mais a população de uma qualidade de vida mínimo, exigido para se viver nas cidades. Esse projeto precisa vislumbrar mais que os 4 ou 8 anos que cada gestor passa à frente do município. Não pode ser uma proposta político-partidária, mas um projeto municipal de curto, médio e longo prazo, com datas para início e fim. É com essa infraestrutura básica que existe em grande parte das cidades brasileiras, que os tailandenses tanto sonham.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *