(Foto: reprodução)
(Foto: reprodução)
(Foto: reprodução)

A Justiça Militar condenou o major da Polícia Militar Murilo Martins da Costa a dois anos e 10 meses de prisão em regime fechado por fazer segurança particular ao então candidato a deputado estadual Paulo Jasper (PMDB), conhecido como Macarrão, em Tailândia, nordeste do Pará.

Segundo a justiça, o major e o hoje deputado estadual (foto) invadiram o quartel da corporação no município para agredir Ailton Onofre, que havia entrado no local para pedir socorro.

O militar estava licenciado no dia das agressões, que se estenderam a policiais militares de patente inferior. O promotor da Justiça Militar, Armando Brasil, destacou que a condenação do major é a primeira na qual um oficial será preso por fazer segurança particular a candidato.

A promotoria militar solicitará que a Procuradoria-Geral encaminhe ao Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) o pedido de abertura para o processo de perda de patente do oficial.

 

Via ORM News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *