Foto: HGT

Mãe de “primeira viagem”, Stefany Morete, 29 anos, realizou seu sonho da maternidade, com a chegada de sua filha Lis Ofélia. “A gente sonha, mas concretizar é diferente. Passar o primeiro dia mães com ela é especial”, afirmou. Ela teve sua primogênita na maternidade do Hospital Geral de Tailândia (HGT), que é referência na assistência às gestantes e puérperas. No primeiro trimestre deste ano, a equipe multiprofissional realizou 527 partos, entre normais e cesáreas.

VEJA TAMBÉM

A usuária, que teve sua primogênita na sexta-feira (7), relata a experiência que classificou como inesquecível. “Eu nunca imaginei me tornar mãe um dia, e ela nasceu muito próximo ao dia dias mães”, comemora a usuária ao agradecer o atendimento. “A equipe aqui é muito atenciosa, todos nos atendem super bem. Isso torna este momento ainda mais especial para a gente”, contou.

Foto: HGT

Sobre a comemoração do Dia das Mães, neste domingo (9), Stefany admitiu que ainda não há nada planejado, até porque o nascimento da bebê estava programado para a próxima semana. 

De acordo com a coordenadora do Centro Cirúrgico, a enfermeira Mayara Soares, a equipe da unidade hospitalar cuida e preza pela saúde de seus usuários, inclusive das gestantes, oferecendo assistência de média complexidade, segura, de qualidade e humanizada. “Contamos com profissionais dispostos a atender e acompanhar todo o processo, desde a admissão da usuária até sua recuperação e alta”, destaca.

A estudante de 18 anos, Glace Kellen, que mora há um ano em Tailândia, vinda de Abaetetuba, também teve a primeira filha, Maia, na sexta (7). “É uma experiência nova para mim, mas estou muito feliz por esse momento. A Maia estava prevista para chegar na próxima semana, mas se antecipou”, contou.

Com a surpresa, ela também não tem programação definida para o Dia das Mães, mas garantiu que a comemoração será marcada pela felicidade e pelas boas-vindas para a nova integrante da família. Glace fez questão de agradecer o atendimento recebido pela equipe.

Foto: HGT

De acordo com a coordenadora do Centro Cirúrgico, Mayara Soares, além da estrutura hospitalar, o HGT oferece assistência e equipe especializada, além de projetos de humanização durante todo o atendimento.  As gestantes participam ativamente das decisões e condutas do seu parto, com possibilidade de caminhar, comer e receber banho.

“Desde o nascimento, os bebês são colocados em contato pele a pele com suas mães, desde os primeiros minutos de suas vidas. Temos ainda a escuta atenciosa da paciente e resolução dos seus problemas e necessidades”, pontuou a enfermeira, que ainda destacou a presença de familiares ou acompanhante de livre escolha da mulher, durante todos os momentos do parto. Por sua vez, as mães realizam, junto com os profissionais, os cuidados dos seus bebês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *