Mulher é executada a tiros na vila Águas Claras, zona rural de Tailândia
Foto: Pedro Cruz / Portal Tailândia

Na parede de madeira ficou a marca do crime, ocorrido na manhã desta sexta-feira (16), na Vila Águas Claras, localizada às margens da PA-150, zona rural de Tailândia. Uma morte cercada de mistérios e que chocou moradores da pequena comunidade.

Raimunda Lucia Ferreira Jardim, de 49 anos, não resistiu e morreu no local. Ela foi atingida com um tiro no pescoço e outro nas costas. A vítima era considerada uma mulher bastante tranquila pela vizinhança, sem desavenças com ninguém. 

Foto: Divulgação

De acordo com testemunhas, eram por volta das 7h da manhã, quando dois homens em uma moto, chegaram no restaurante, onde a vítima vendia comida há cerca de 9 anos. Eles ainda conversaram com ela, e só depois a executaram. 

O cunhado da vítima, lamenta o ocorrido e diz que o crime não tem explicação e chocou toda família. “Lucinha” como era conhecida a mulher, estava separada do marido há pouco tempo. A família pede por Justiça. 

Foto: Pedro Cruz / Portal Tailândia

O corpo de Raimunda Lúcia foi encaminhado ao IML de Tucuruí. O velório e sepultamento será na cidade de Jacundá, de onde a família é natural. 

As motivações do homicídio ainda é desconhecida, só a investigação da Polícia Civil poderá revelar.