Foto: Cleyton Rogerio / Portal Tailândia

Antônio Gilmar Leal da Cunha, 31 anos, morreu na noite de terça-feira (15), no Hospital Geral de Tailândia – HGT, após não resistir aos ferimentos a balas sofrido mais cedo.

Gilmar foi alvejado com três disparos, na tarde de ontem, em um bar na Avenida Florianópolis, quando bebia na companhia de amigos. Devido a demora na chegada das equipes de resgate, ele foi socorrido em uma viatura da Polícia Militar, mas acabou morrendo por volta das 00hs.

O caso foi registrado na delegacia de Tailândia, como homicídio doloso, quando há intensão de matar. Segundo relatos a família, a vítima estava no bar desde as 10h da manhã, e desconhece os motivos da agressão.

Na ocorrência, a família relata ainda, que Gilmar sofria de problemas psicológicos e recebia atendimento no CAP's – Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). E que o verdadeiro alvo do atirador seria uma pessoal conhecida como Amarildo.

SAMU

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU – relatou que nenhuma chamada de atendimento foi registrada na Central de Atendimento.

SAMU adiantou também que em casos de acidentes e boleamentos, não é necessário autorização da Central, para as ambulâncias saírem a resgate. Os números de contato do SAMU são; 192 e o 99148-0080, este da Central em Tucuruí.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *