Mãe, taxista e suspeito baleado são presos a caminho do hospital em Tailândia

Uma mulher foi presa no fim tarde desta sexta-feira (21), na barreria de fiscalização da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), em Tailândia. Ela tentava levar o filho, Paulo Gonçalves Serrão, de 20 anos, baleado no braço e na perna no começo da tarde. Eles irão para o Hospital Geral de Tailândia (HGT).

Ela e o filho são moradores do município de Moju, a 130 quilômetros de Tailândia. Paulo estava com um amigo, que também foi baleado, mas não resistiu.

A polícia acredita que o suspeito que foi baleado e morreu também seja de Moju. Ele foi identificado até o momento como “Ícaro”.

A mãe de Paulo, foi informada do baleamento por trabalhadores de um dendezal. Ela pegou um táxi para “socorrer” o filho. O taxista que foi preso e também é de Moju, cobrou R$ 300,00 reais pela corrida.

A polícia foi avisada do plano de socorro da mulher e acionou a PRE que montou uma barreira na PA-150. Mãe, filho e o taxista acabaram presos.

Paulo foi encaminhado ao hospital, ele foi atingido de raspão no braço e perna.

A mãe dele e o taxista foram encaminhados à delegacia de Tailândia.