Cleidiane Borges, de 22 anos, foi transferida com urgência para a Santa Casa de Misericórdia em Belém, com hemorragia grave no útero.

A jovem saiu de Tomé-Açu, 140 quilômetros até Tailândia, para buscar tratamento contra uma doença chamada mola hidatiforme. É uma complicação rara que causar sintomas como dor abdominal, sangramento vaginal, náuseas e vômitos.

No caso de Cleidiane, a jovem estava com um sangramento que a equipe médica do HGT, onde ela estava internada, não conseguiu estancar.

A transferência aconteceu na tarde desde domingo (6) via aeromédico Comandante Mauro Tadeu. De acordo com o coordenador do serviço, a transferência faz-se necessária para salvar a vida da jovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *