Uma tragédia, envolvendo um caminhão madeireiro carregado de toras é uma moto, causou a morte de Josinei Araújo Alcoforado, de 19 anos de idade. O fato aconteceu por volta das 19h da noite de domingo (27), na vicinal do Parola, no município de Tailândia.

Segundo um dos ocupantes do caminhão, o veículo estava parado na estrada vicinal, quando eles ouviram o batida. O rapaz diz ainda, que todas as lanternas de alerta estavam ligadas, no momento do acidente.

A versão é contestada pelos familiares da vítima. O pai do rapaz, que esteve na delegacia de Tailândia, na manhã desta segunda-feira (28), culpou a falta de sinalização do caminhão pela morte do filho.

Para seu Josival Ramos, após ser avisado do acidente, ele foi até a vicinal, mas ao chegar já encontrou Josinei sem vida. Ele acusado o motorista do caminhão de fugir sem prestar socorro ao filho. Diz também que tentaram esconder o caminhão no matagal após retirarem do local da colisão.

Josinei Araújo voltava do trabalho, quando acabou batendo no caminhão parado na vicinal. O rapaz trabalha como serviço gerais na empresa AgroExport, há pouco mais de 1 ano. Neste período, o rapaz tinha comprado a motocicleta e sonhava em adquirir um pedaço de terra para criar carneiros.

O caminhão e a motocicleta foram apresentados na delegacia de Tailândia. A Polícia Civil vai abrir inquérito para apurar as responsabilidades do acidente.

O corpo de Josinei foi encaminhado ao IML de Tucuruí para exames. O velório e sepultamento será na vila Cristo Rei, onde o rapaz morava com a família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *