O idoso Mário Vieira dos Reis, vulgo “Índio”, de 66 anos de idade, é acusado de ter abusado sexualmente de uma garota de 4 anos. O caso aconteceu no domingo, 20, no loteamento Jardim Liberdade, vicinal do Cemitério, município de Tailândia.

Índio, vivia maritalmente com a bisavó da menina há mais de 12 anos, e nunca apresentou nenhuma suspeita. Além da garota, a irmã dela de 3 anos de idade, também estava no local, quando o ato criminoso aconteceu. O acusado aproveitou o momento que ficou sozinho com as duas irmãs para cometer o abuso.

Segundo relato da meninas, o criminoso teria prometido pipocas e balinhas para atrair as vítimas até a casa dele.

O idoso foi surpreendido pela avó das meninas, que entrou na casa sem ser notada pelo acusado, ele estava em cima da cama com a menina de 4 anos, enquanto a outra de 3, observava tudo. A residência onde o abuso aconteceu, fica próxima à casa onde as duas crianças moram com os pais e outras 10 pessoas. De acordo com relato da mulher, o acusado ainda tentou amenizar a situação, mas ela gritou por socorro.

Diante dos gritos da mulher, Índio fugiu do local por dentro do matagal. A família procurou a delegacia de Tailândia, onde o caso foi registrado como estupro de vulnerável. Os policiais ainda chegaram a fazer buscas na localidade na tentativa de prender o acusado, mas ele segue foragido.

As duas crianças foram encaminhadas a Belém, onde passaram por atendimentos necessários. Eles devem retornar a casa dos pais e receber acompanhamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *