Referência na assistência de média complexidade aos usuários do Sistema Único de saúde (SUS), da mesorregião do nordeste paraense, o Hospital Geral de Tailândia (HGT), oferece várias especialidades médicas e exames, entre eles, o de mamografia que permite descobrir, de forma precoce, o câncer de mama, quando o tumor ainda é bem pequeno.

A detecção precoce da doença pode chegar a 95% de chance de cura.
Nesta sexta-feira, 5, em que comemora-se o Dia Nacional da Mamografia, o médico clínico do HGT, João Alves de Oliveira Júnior, é um exame simples, mas muito importante na prevenção do câncer de mama. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), em 2019, foram realizadas 50.456 mamografias, das quais 30.550 na faixa etária de 50 a 69 anos e 42.600 de janeiro a novembro de 2020, das quais 25.235 em mulheres de 50 a 69 anos, no Pará.

A equipe do Hospital Geral de Tailândia realizou 1.176 exames de mamografia em 2019 e 814 ano passado, somando um total de 1.990 exames nos dois últimos anos. João Alves ressaltou que a redução da quantidade do exame entre os dois últimos anos deu-se em função da pandemia do novo Coronavírus.

Entre os vários sintomas da doença, o profissional destaca as retrações na pele, vermelhidão, desconforto, mamilo dolorido, mamilo invertido, nódulos ou secreção mamilar sanguinolenta. Ele cita ainda fadiga relacionada ao câncer, inchaço dos gânglios ou perda de peso. “Por isso, as mulheres têm que ficar atentas para qualquer alteração nas mamas e procurar auxílio médico”.

Ele sugere que o sexo feminino inicie a prevenção com a realização do exame de mamografia a partir dos 40 anos, embora o Ministério da Saúde
preconiza às pacientes acima de 50 anos.

Para ter acesso à mamografia, as mulheres precisam ir, primeiramente, a uma unidade básica de saúde para consulta e de lá, conforme necessidade serão encaminhadas, para fazer a mamografia ou direcionadas para realização do exame.

Entre as ações de educação em saúde promovidas pelo Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) com apoio do Núcleo de Educação Permanente (NEP), constam a realização de palestras e distribuição de material educativo às usuárias, acompanhantes e colaboradoras, especialmente, em datas comemorativas, como o Outubro Rosa, por exemplo.

Dados da doença- Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o mais incidente em mulheres no mundo, representando 24,2% do total de casos em 2018, com aproximadamente 2,1 milhão de casos novos. É a quinta causa de morte por câncer em geral (626.679 óbitos) e a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres .

No Brasil, excluídos os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama também é o mais incidente em mulheres de todas as regiões. Em 2020 foram estimados 66.280 casos novos.

Estrutura- Com 51 leitos, o HGT dispõe de assistência de média complexidade garantida por uma equipe multidisciplinar que oferece as especialidades de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Pediatria, Ginecologia/Obstetrícia, Ortopedia/Traumatologia, Radiologia, Anestesiologia e Cardiologia.

Serviço: O HGT é um órgão do governo do estado que está localizado na Av. Florianópolis, s/n, Bairro Novo.
Mais informações pelo fone (91) 3752-3121.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *