Em 2015 o HGT fez 200.798 atendimentos, entre urgência/emergência, ambulatorial, exames, bloco cirúrgico e partos. (Foto: Ascom/HGT)
Em 2015 o HGT fez 200.798 atendimentos, entre urgência/emergência, ambulatorial, exames, bloco cirúrgico e partos. (Foto: Ascom/HGT)

“Estou muito confiante e feliz de estar aqui, só tenho agradecer pelo acolhimento de toda equipe do hospital”. A frase da Usuária Maria Pereira de Souza, 75, admitida dia seis deste mês, no Hospital Geral de Tailândia (HGT), na mesorregião este paraense, celebra todo o investimento que a diretoria da instituição vem destinando para a manutenção da qualidade do atendimento humanizado que, em 2015, efetivou 200.798 atendimentos, entre urgência/emergência, ambulatorial, exames, bloco cirúrgico e partos. O ano foi fechado com o significativo índice de 87% de satisfação do usuário.

Publicidade
Publicidade

Dos 61.045 atendimentos na urgência/emergência, os acidentes com motocicletas lideraram o ranking com 1.460 casos; seguido de 955 vitimas de acidentes domésticos e 808 pacientes envolvidos em acidentes de trabalho. As estatísticas do HGT mostram que  os números de acidentes com motos são crescentes nos últimos anos: 824, em 2013, e 1.393, em 2014.

Em decorrência da assistência recebida, Maria Pereira, que deu entrada no hospital com infecção de partes moles no membro inferior esquerdo, não poupa elogios e a atenção profissional recebida. Residente em Concórdia do Pará, a 196 Km de Tailândia, ela relatou já ter ouvido muitos elogios de seus familiares ao hospital, e quando precisou de atendimento, eles não pensaram duas vezes em conduzi-la para internação no HGT. “Eu só tenho a agradecer familiares e amigos que me trouxeram para receber assistência aqui. Muito em breve estarei em casa e com minha saúde recuperada”, aposta Maria Pereira.

Com a responsabilidade de prestar assistência de média complexidade para cerca de 240 mil habitantes daquela região do estado, o HGT, oferece atendimento realizado por equipe multiprofissional constantemente capacitada. Em 2015, o hospital garantiu 61.045 atendimentos na urgência/emergência; 129. 038 exames, 6.944 atendimentos ambulatoriais; 1.843 cirurgias realizadas e 1.586 partos, sendo que 1.048 deles normais.

“Vamos orientar sobre os cuidados com a saúde, alimentação saudável e importância da atividade física. Sugerir mudança no estilo de vida”, diz o diretor executivo do HGT, José Batista Luz Neto (foto), informando que este ano a ação é destinada a pessoas com mais 25 anos e usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS). (foto: ASCOM HGT)
José Batista Luz Neto, diretor executivo do HGT. (foto: Ascom HGT)

Bastante satisfeito com o saldo de atendimento, o diretor Executivo do HGT,  José Batista Luz Neto garante que 2016 será um ano de mudanças. “Espero continuar contando com o apoio e profissionalismo costumeiro desta equipe para otimizar ainda mais os resultado em prol do usuário do Sistema Único de Saúde – SUS. Sem vocês nada seria possível. Somos referência de saúde na região, e ao longo destes três anos, a gestão do hospital amadureceu e avançou muito”, ressaltou, aproveitando a oportunidade para pedir uma conduta mais prudente no trânsito. “Só assim podemos reduzir o número de acidentes,  que além de provocar muitas perdas e dores, causa um enorme prejuízo social os sobreviventes”.

Ele aproveitou a oportunidade para agradecer também as parcerias que contribuíram para o desenvolvimento de ações em prol da educação em saúde pública no município e região, ressaltando, inclusive,  a parceria com a Prefeitura Municipal de Tailândia.

Para o diretor Técnico do HGT, dr. Antônio Venturieri Neto, o hospital consegue atender a todos os casos com eficiência, dentro de suas características, cumprindo sua missão na saúde pública. “Hoje, o HGT é uma exceção dentro do SUS. Certamente temos muito a melhorar, porém, já avançamos e muito caminho já foi percorrido”, ressaltou, agradecendo a todos, indistintamente, que contribuíram para os significativos resultados de atendimento em 2015.

A qualidade dos serviços oferecidos deve-se, sobretudo, à capacitação profissional que a equipe do HGT passa constantemente. Somente ano passado foram promovidos 41 capacitações com colaboradores, que somaram  201 horas e 40 minutos de aperfeiçoamento. Tal resultado leva a diretora Administrativa e Financeiro, Rejane Xavier Gomes, a enfatizar: “As pessoas são os únicos recursos de uma organização capaz de auto direcionamento e de desenvolvimento. E por isso, elas têm grande capacidade de crescimento e nós acreditamos no potencial de cada um dos nossos colaboradores”. Para ela, treinamento é um processo educacional para gerar crescimento e mudança de comportamento. “Essa iniciativa contribui com atendimento cada vez mais qualificado e humanizado aos usuários”, ressaltou.

A ratificação da gestão de excelência do HGT contempla a satisfação no atendimento confirmado pela usuária Bruna Alves dos Santos, 24 anos, que foi admitida no hospital dia 28/12, para uma reconstituição do trato Intestinal. “Cheguei aqui muito doente e fui acolhida com muito profissionalismo e atenção pela equipe do hospital. O meu tratamento foi 100% . Todos eles são ótimos e nos tratam com todo respeito e consideração”, afirmou.

A usuária Francirleuda Santos Cunha, 29 anos, também não poupa elogios ao atendimento recebido. Ela deu entrada no HGT dia 6 deste mês para retirada de placa no membro inferior esquerdoE agora, com tudo resolvido, ela só tem a agradecer a assistência“Fui bem tratada desde a portaria até o tratamento médico. Só tenho a agradecer por Tailândia ter um hospital desse porte”.

Segundo a diretora de Enfermagem,  Marise Moraes dos Santos, dos 61.045 atendimentos na urgência/emergência, os acidentes de motocicletas lideram o ranking com 1.460 vítimas; seguido de acidentes domésticos com 955 registros e 808acidentes de trabalho.  De acordo com ela, o Serviço de Enfermagem do HGT, tem a finalidade de prestar uma assistência com qualidade isenta de riscos, indo ao encontro das necessidades do cliente e da missão, visão e valores institucionais, que tem como base no respeito ao profissional, paciente e família; promoção da saúde e prevenção de doenças; assistência integral com ênfase no auto cuidado, baseada na fundamentação científica, ética e humanização; integração dos profissionais, estimulando trabalho em equipee o desenvolvimento profissional dos membros do corpo de enfermagem.

Marise Moraes lembra ainda que ano passado, foi implantado o Grupo de Estudo da Sistematização da Assistência de Enfermagem (S A E ). Este ano, o objetivo será a implantação dos protocolos que asseguram os  10 passos para a maior segurança do paciente.  O HGT dispõe de diversas comissões, como de Óbitos, Prontuários, Controle de Infecção Hospitalar, Farmácia, Ética, Médica e de Enfermagem. Ela cita ainda o pleno funcionamento da Agência Transfusional (AT), que garante atendimento em tempo hábil, salvando vidas e dando segurança aos usuários.

Com 52 leitos, o HGT oferece ainda testes laboratoriais para diagnóstico de SIDA, Dengue e Rotavírus. O atendimento segue o padrão de Sistema de Classificação de Risco, como determina o Ministério da Saúde (MS).

De portas abertas, o HGT dispõe aos usuários as especialidades de clínica médica, cirurgia geral, pediatria, ginecologia/obstetrícia, ortopedia/traumatologia, radiologia, anestesiologia, cardiologia, oftalmologia, endocrinologia. O hospital oferece ainda apoio diagnóstico com radiologia, ultrassonografia, endoscopia, mamografia, eletrocardiografia, laboratório de análises clínicas e Agência Transfusional (AT) dentro do hospital para atendimento ágil da demanda.

 

Serviço: O Hospital Geral de Tailândia fica na Avenida Florianópolis, s/n, no Bairro Novo. Mais informações pelo fone (91) 3752-3121.

Várias especialidades são atendidas no hospital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *