hospital_geral-Tailandia

No final do ano passado e início deste ano, a situação da saúde em Tailândia principalmente no que se refere ao Hospital Geral estava um caos. Faltavam médicos e medicamentos no HGT, os salários dos funcionários estavam atrasados, e a administração do hospital e a responsabilidade pela administração do Hospital Geral era incerta.

As últimas notícias que têm sido dadas à respeito do Hospital Geral de Tailândia têm sido positivas.

“Essa é a melhor obra de todos os tempos já executada em nossa região”, afirmou Sheila Cristina Evangelista, moradora do município de Tailândia, sobre o Hospital Geral de Tailândia (HGT), que desde julho deste ano passou a ser gerido pelo Governo do Estado, via Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), especializado em administração hospitalar. A mudança na administração proporcionou uma grande mudança em toda a estrutura de atendimento do hospital, que passou por uma ampliação na estrutura física e também nos serviços, com a inclusão de novas especialidades médicas e realização de cirurgias.

A enfermeira Andreza Silva, que trabalha no hospital desde a época em que a gestão era municipalizada, conta que o atendimento na emergência ganhou em qualidade e o serviço ambulatorial, que antes não existia, agora conta com endocrinologista, cardiologista, pediatra, oftalmologista, ginecologista, trauma-ortopedista e cirurgia geral.

A oferta de exames também é novidade. “Hoje dispomos de exames de mamografia, endoscopia, ultrassom, eletrocardiograma, raio X, exame de laboratório, coisas que a gente não tinha antes”, conta Andreza . Todos os aparelhos de exames por imagem e métodos gráficos passaram por manutenção técnica preventiva. Outros equipamentos foram adquiridos, como o de vídeoendoscopia, ultrassom e eletrocardiograma. Para a profissional, a principal mudança foi a realização de cirurgias de média complexidade e a criação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), inaugurada no inicio deste mês.

“A única cirurgia que a gente fazia no hospital era cesariana, as outras demandas eram todas encaminhadas para Belém. Hoje fazemos cirurgia de pequeno e médio porte, temos a UCI e não precisamos mais enviar o paciente para se tratar fora daqui. A diferença para a população é muito grande, porque todo o atendimento que ela precisa agora é oferecido aqui”, reiterou Andreza Silva, enfermeira no Hospital Geral de Tailândia.

Serviços

A Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) possui 10 leitos, sendo sete adultos e três infantis, funcionando em regime semi-intensivo para receber pacientes em estado grave, como foi o caso do jovem Maciano Evangelista, que sofreu um acidente de moto e foi atendido em Tailândia. Para Sheila Cristina Evangelista, irmã do paciente, a nova estrutura do hospital foi o que determinou sua sobrevivência. “Se não tivesse esse espaço, ele não resistiria porque estava com hemorragia interna e não podia ser removido pra Belém ou qualquer outro lugar. Graças a Deus e a essa sala de UCI é que meu irmão está vivo. Essa sala salvou vidas e continuará salvando. Pra mim foi a melhor aplicação do Governo nessa região”, disse Sheila.

Desde o mês de agosto, o Hospital Geral de Tailândia oferece atendimento médico 24 horas, com dois cirurgiões gerais, três clínicos, sendo que um deles com especialização; um anestesista, um ginecologista/obstetra, um pediatra e um trauma ortopedista. O pronto-socorro 24 horas conta com 42 leitos distribuídos entre a clínica médica, pediatria, cirurgia geral e obstetrícia de média complexidade. O serviço de Urgência/Emergência ganhou agilidade com a distribuição do atendimento em três quartos, com três leitos de observação cada.

Número de atendimentos

O HGT é responsável pelo atendimento de assistência básica e de média complexidade, e realiza mensalmente uma média 13.800 exames complementares, 6.200 atendimentos de Pronto-socorro, 90 partos, 170 cirurgias, 780 consultas ambulatoriais e 360 internações, para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) do município e demais localidades da região.

 

 

Via, Agência Pará

Para acompanhar mais notícias de Tailândia, Curta o Portal Tailândia no Facebook: facebook.com/portaltailandia.com.brSiga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.