Foto: Rai Pontes

Responsabilidade social. É isso que os alunos da Escolas de Ensino Técnico do Estado do Pará (EETEPA) do município de Tailândia, trouxeram para o quinto dia da 23ª Feira Pan – Amazônica do Livro e das Multivozes.

Com os projetos “Avaliação Microbiológica do Açai” e as “Práticas Sustentáveis no Ambiente Escolar”, os estudantes do curso de Agroindústria e Agronegócio apresentaram os trabalhos e chamaram a atenção dos visitantes.


O Projeto Avaliação Microbiológica do Açaí é realizado pelos alunos do curso de Agroindústria. O objetivo do trabalho é verificar a qualidade do açaí, tendo em vista que o produto é um dos mais comercializados no Estado do Pará.

“Durante o projeto verificamos que a maioria dos pontos de venda de açaí não manipula o fruto da forma correta. Com o resultado da coleta observamos que o açaí vendido no nosso município tinha uma certa quantidade de contaminação”, explicou.

Foto: Rai Pontes

A estudante do curso de Agroindústria, Amanda Martins, de 17 anos, conta que é muito importante conscientizar os empresários do ramo de como manipular o produto da forma correta. “A comunidade precisava ser conscientizada. São pessoas que consomem o açaí, a má manipulação pode causar doenças que levam a morte”, destaca.


Já o projeto Práticas Sustentáveis no Ambiente Escolar, realizado pelos alunos do curso de Agronegócios, visa levar um consciência crítica sobre o desenvolvimento sustentável dentro da escola.

Foto: Rai Pontes

“Nós desenvolvemos algumas práticas simples e essenciais que são feita pelos alunos como: economia de energia, desperdício de água e oficinas para a reutilização de materiais recicláveis”, expõe a professora Valéria Araújo. Para a estudante Jaine Santos, de 17 anos trabalhar e conscientizar os colegas sobre os cuidados com o meio ambiente é muito interessante. “Nosso objetivo é fazer do ambiente escolar um lugar mais leve e mais aconchegante, com métodos simples do dia a dia”.


A Coordenadora da Educação Profissionalizante (Coep), Mari Elisa ressalta que os cursos oferecidos pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), tem como objetivo principal formar profissionais nas áreas de integração. “Nosso objetivo é qualificar esses jovens para suprir a necessidade do mercado de trabalho. As nossas escola estão cumprindo com o seu objetivo, e mostrando o seu papel social”, finalizou.

INSTITUIÇÃO PARCEIRA NA AÇÃO: Prefeitura Municipal de Tailândia.

Colaboração: Jéssica Santana
Ascom/Seduc

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *