Edmar Mourão está foragido e é acusado de aplicar golpes também em Minas Gerais
Edmar Mourão está foragido e é acusado de aplicar golpes também em Minas Gerais
Edmar Mourão está foragido e é acusado de aplicar golpes também em Minas Gerais

Dona Maria Mesquita Peniche, não imaginou que pudesse está caindo em um golpe, quando forneceu os documentos para Edmar Mourão, o homem que se passou por professor de dança e empresário no ramo de futebol. Além de fazer empréstimo em nome de dona Maria, Edmar, aplicou golpes em outras pessoas na em Tailândia, chegando a uma quantia somada de aproximadamente cinquenta mil reais.

Para facilitar os golpes, Edmar abriu uma escolinha de futebol e chegou a contratar 16 funcionários, a maioria adolescentes, nenhum deles chegou a receber salário. Na delegacia, depois de correr a notícia, várias pessoas que também foram lesadas, chegaram para prestar queixa contra o acusado. Boletos, recibos  e notas ficaram  como provas. Ele comprava em lojas em nome de amigos, vendia objetos e deixava a dívida. O acusado chegou a receber as mensalidades adiantadas dos alunos da escola, não realizando os serviços.

Uma mulher que não quis se identificar, alega que eles moraram juntos durante cinco meses, o acusado abriu em nome dela uma empresa, após pegar os documentos para preparar o casamento em cartório. A polícia não descarta que Edmar agisse com um comparsa. Ainda segundo informações  da polícia, ele  é acusado de aplicar golpes também em Minas Gerais.  Outra vítima foi Fábio Blanco, que é proprietário do Gol de Placa, quadra que foi alugada para o professor fazer os treinos da escolinha, mas ele nunca pagou o aluguel.

Edmar está foragido. As vítimas foram fazer a ocorrência na delegacia e depois  pretendem denunciar ao Ministério Público. O caso já está sendo investigado.

 

Com informações BMTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *