Ficou definido na reunião que se em um médio prazo a situação não for resolvida, será movida uma Ação judicial contra a empresa Celpa.

reuniao-celpa-prefeito-tailandia-acitaReunião na Acita (Foto: Cleuton Soares – Ascom/PMT)

O prefeito Ney da Saúde, empresários da Associação Comercial de Tailândia (Acita) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), reuniram-se na noite da última terça-feira, 29, na sede da Acita/CDL com o gerente local da Celpa para discutir uma extensa pauta que abrangeu desde prioridades comuns entre os participantes, aos diversos problemas com a energia elétrica no município.

O grupo de empresários solicitou informações sobre as recorrentes interrupções do fornecimento de energia elétrica em Tailândia. Iluminação pública e expansão da rede nos novos bairros e bairros periféricos. “Com o crescimento populacional é necessário que se faça a ampliação de uma distribuição mais eficaz, Tailândia está crescendo, está em constante desenvolvimento”, enfatizou o prefeito Ney ao falar da atual situação precária do fornecimento de energia elétrica no município.

Segundo o sr. Raimundo gerente local da Celpa, a Eletronorte e a Rede Celpa  estão investindo em novos equipamentos. O gerente falou sobre a instalação de dois novos transformadores da subestação da empresa em Tailândia. A Celpa garantiu que está buscando solucionar as sucessivas interrupções e que em breve o problema estará sanado.

O empresário Massao Ozaki cobrou agilidade na solução dos problemas, de acordo com o empresário a situação é grave, tem se tornado um problema social, e que as diversas interrupções trazem sérios transtornos, “A sociedade está vulnerável, até a criminalidade tem crescido, e os prejuízos, quem se responsabiliza?” destacou Massao.

Os empresários, dentre eles o presidente da Associação Comercial de Tailândia, Dailton Ferreira, e o prefeito Ney da Saúde pediram agilidade no processo de implantação de um projeto que venha por fim a essa situação.

Possível Ação judicial

Ficou definido na reunião que se em um médio prazo a situação não for resolvida, será movida uma Ação judicial contra a empresa Celpa. O principal objetivo desse encontro foi buscar respostas satisfatórias a cerca do fornecimento de energia elétrica em Tailândia. O boato de que o município ficaria sem energia elétrica por cinco dias foi desmentido, “os municípios que, já ficaram sem o serviço faziam parte de um cronograma de desligamento, podem ficar tranquilos que Tailândia não estava nesse cronograma”. Afirmou o sr. Raimundo.

[divide style=”2″]

Com Informações, Ascom PMT

Para acompanhar mais notícias de Tailândia, Curta o Portal Tailândia no Facebook facebook.com/portaltailandia.com.br. Siga também o Portal Tailândiano Twitter e por RSS.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.