Câmara rejeita indicação da vereadora Jakeline Neto que solicitava “Sala para exames de lesão corporal e sexológico”

A Câmara Municipal de Vereadores de Tailândia, rejeitou por 7 votos a 4, uma Indicação de autoria da vereadora Jakeline Neto (PRP), que solicitava ao Executivo Municipal uma sala ambulatorial e um profissional médico Clínico Geral, para realizar exames de lesão corporal e sexológico.

A indicação já tinha sido rejeitada no ano passado pela base governista. De acordo com vereadores da base, essa atribuição é do Estado e não da Prefeitura, e isso geraria custos aos cofres municipais. Os vereadores governistas negam, no entanto, que a rejeição da indicação seja questão política. Ainda que a Indicação fosse aprovada, caberia ao prefeito o poder de executar ou não a solicitação.

Jakeline Neto disse que mesmo com argumentos baseados em leis e bem técnicos, acredita que os colegas rejeitaram a indicação por questão política mesmo, mas que faz parte do jogo. Ela reiterou ainda que continuará levando ao plenário questões e debates que sejam importantes para o município.

A indicação da vereadora foi o único item da pauta da Sessão Ordinária desta quinta-feira, 12, que mais uma vez não contou com a presença da vereadora Higia Frota, de licença médica desde 2017.

Assine o Portal

Receba as últimas notícias de Tailândia e região.

Você pode gostar de ver

PM recupera 3 motos roubadas e prende mulher por receptação em Tailândia

A Polícia Militar de Tailândia recuperou na noite deste domingo (18), 3…

Tailândia realiza pela primeira vez o Plano Plurianual com participação popular

Audiências públicas devem acontecer na zona rural e na cidade para a…

Aeroporto – Obra do Programa Asfalto na Cidade é retomada

Programa Asfalto na Cidade – Para alívio dos moradores, a obra na antiga pista de pouso foram retomadas.

Energia volta após quase 60 horas de apagão em Tailândia

A energia elétrica voltou a movimentar a cidade de Tailândia, nordeste do…