A Polícia Civil aprendeu o terceiro suspeito de envolvimento na morte de Ismael Pantoja, de 22 anos, morto na madrugada deste domingo (26). Se trata de um adolescente de 16 anos de idade, acusado de ter participação direta no homicídio.

A Polícia Militar já havia prendido Edson Freitas, de 20 anos, e apreendido outro menor de idade, no início da tarde de hoje. Os três são acusados de praticarem o homicídio, utilizando faca e um pedaço de madeira.

Segundo a polícia, os três atraíram Ismael ao matagal, próximo a vila Macarrão, no intuído de por fim no rapaz. Antes de darem cabo na vida do jovem, tanto a vítima como os acusados participaram de uma social.

O rapaz ficou com o rosto desfigurado com tanta brutalidade. O corpo estava em um local de difícil acesso, e caso moradores não notassem o odor e a presença de urubus, provavelmente não seria encontrado.

A motivação para o crime é investigada pela delegacia de Tailândia. Nenhuma linha está descarta pela polícia, mas a hipótese mais provável é que o crime tenha ocorrido após uma confusão entre os envolvidos.

A vítima

Ismael Pantoja era considerado tranquilo e muito trabalhador. Segundo a família, o rapaz era quem sustentava a casa e não tinha envolvimento com nenhum ato ilícito.

O crime

Um homem foi morto na madrugada deste domingo (26), dentro de um matagal em Tailândia, nordeste paraense.

O crime foi descoberto após policiais da ROCAM – Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas – abordaram Edson Freitas Silva, de 20 anos, e um menor de idade em atitude suspeita, na vila Macarrão, próximo do local do crime. Eles confessaram o homicídio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *