O município de Tailândia, nordeste paraense, atingiu no último sábado (17), o marco de 30 dias sem registrar homicídio, crimes violentos com mortes.

O fato era celebrado até a manhã do mesmo dia, quando uma mulher esteve na delegacia de Polícia Civil do município para registrar a morte do companheiro Wilson dos Santos Barros, de 43 anos.

Wilson dos Santos Barros

O homem teria saído para trabalhar em uma carvoaria por volta das 06h30, e cerca de uma hora depois, a mulher recebeu a informação que o companheiro havia sido morto a facadas.

De acordo com a mulher, o possível motivo do homicídio tenha sido uma briga por um terreno, que supostamente não teria dono, e Wilson queria ocupar. O principal suspeito do crime é um amigo conhecido apenas por “Nia”, que se titulava dono da propriedade.

A mulher ainda relatou que o Wilson e “Nia” eram muito amigos, e que o suspeito do crime frequentava a residência do casal. A vítima chegou a ser socorrida ao Hospital Geral de Tailândia mas não resistiu aos ferimentos.

Emerson Santos dos Santos

O outro caso aconteceu na rua Oitava Avenida, por volta da meia-noite. Emerson Santos dos Santos de 23 anos foi morto com um disparo de arma de fogo em Tailândia, nordeste paraense.

Um desentendimento também foi o motivo da morte do jovem. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada para fazer o resgate, mas ao chegar no local, foi constatado o óbito.

As diligências preliminares da Polícia Militar apontam que um homem identificado com Diego, e popularmente conhecido como Playboy, é o principal suspeito.

Investigações

A Polícia Civil, através da delegacia de Tailândia, investiga os casos para encontrar os suspeitos. Os acusados devem ser enquadrados no artigo 121 do Códio Penal.

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *