De acordo com a Prefeitura de Tailândia, o aeromédico chegou a marca de 530 transferências desde a implantação do serviço no município, em 2017. Além de transferências, o helicóptero também realiza resgates, o que ajuda a diminuir o número de óbitos no município.

O projeto, implantado pelo gestor municipal Paulo Liberte Jasper – Macarrão – virou case para outros municípios durante a campanha eleitoral deste ano. Vários políticos chegaram a viajar a Tailândia apenas para conhecer melhor os serviços do aeromédico.

A Justiça chegou a suspender os serviços, depois que o Ministério Público Estadual entrou com uma liminar contra o aeromédico, em janeiro de 2019. Mas em abril do mesmo ano, o desembargador e presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Leonardo de Noronha Tavares, concedeu liminar para o retorno dos serviços.

Com maior agilidade e rapidez, as transferências pelo aeromédico ajudam a salvar vidas. Vidas como a do adolescente Vitor Silva, de 16 anos, que foi transferido à Belém com traumatismo craniano após um acidente. Ele retornou para casa 4 dias após passar por cirurgia e ganhar uma nova chance.

A transferência de numero 530, ocorreu na tarde de ontem. O paciente é do sexo masculino e teve fratura no crânio após uma queda. Ele foi transferido ao município de Paragominas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *